Perfumes, origem e propagação pelo mundo.

0
82

Pensando sobre a origem do perfume, precisamos saber que o uso de diferentes aromas para decorar e agradar aos outros sempre foi uma prática comum entre homens e mulheres desde o início dos tempos, no entanto, a arte de criar perfumes para atender às necessidades da população surgiu na Mesopotâmia onde as primeiras fragrâncias surgiram e foram preparadas para uso pessoal.

Origem do perfume no Egito

Mais tarde, esse novo produto era conhecido no Egito e seu uso e as técnicas para sua elaboração foram posteriormente desenvolvidos lá. Os artesãos egípcios, os primeiros fabricantes de perfumes, usaram os aromas da natureza, principalmente flores e plantas, para preparar óleos aromáticos que mais tarde foram usados ​​pela população. Um uso muito difundido que os egípcios deram a esses primeiros perfumes criados foi durante o processo de mumificação tão comum na época. As mulheres egípcias usavam mais essas fragrâncias criadas por artesãos e era comum elas carregarem pequenos frascos perfumados com elas durante as atividades do dia-a-dia.

No Egito, o perfume surgiu da necessidade de aromatizar o corpo humano e objetos por maior tempo. Ele era usado em “deuses”, defuntos e, só se incorporaram aos costumes de faraós e alguns membros da corte (privilegiados) após um longo tempo. A palavra perfume deriva do latim “per fumum”, que significa através do fumo.

Origem do perfume na Grécia e propagação do uso.

Graças às trocas comerciais entre as nações da época, o uso de perfume chegou à Grécia, onde sua população adotou esse novo costume e depois se mudou para a Roma antiga, que já possuía costumes avançados em matéria de higiene pessoal. Era muito comum, então, a preparação de diferentes pomadas que eram aplicadas em diferentes áreas do corpo, após os banhos, para dar suavidade e aromas agradáveis ​​às diferentes partes da pele em que foram usadas.

A arte de fabricar o perfume na Grécia começou na ilha de Creta e em outras colônias gregas. O perfume era trazido para o mercado e era vendido nas tendas. Os gregos antigos rapidamente começaram a experimentar os perfumes, e criaram a sua própria técnica de extração que incluíam ervas e pétalas em ebulição. Estes métodos isolaram os ingredientes necessários da planta e os perfumes foram feitos por infusão dos perfumes extraídos dos óleos. O processo era uma versão simples das técnicas modernas e podiam criar uma grande variedade de perfumes da maneira que pode se pode apreciar nos dias de hoje.

Origem do perfume na Grécia
Origem do perfume na Grécia

Mas foi um persa que descobriu o processo de extrair óleo de flores por meio do método de destilação, Esta que é a forma mais amplamente usada de extração de aromas e fragrâncias atualmente.
O primeiro experimento que ele fez sobre isso foi feito com uma rosa. A maneira usada antes dessa descoberta para perfumar era esmagar ervas ou pétalas de flores e misturá-las com óleos. Esta primeira água de rosas oferece aromas muito mais delicados e foi um grande sucesso entre a população desde o seu início.

Origem do perfume na Europa.

Os perfumes começaram a ser usados ​​na Europa a partir do século XII. No século XIII, uma solução aromática chamada Água Húngara foi produzida na Hungria por ordem da rainha Elizabeth. Na Itália renascentista, a arte da preparação de perfumes avançou consideravelmente e, no século XVI, essa arte finalmente chegou à França de Renato il Fiorentino, que possuía um laboratório que possuía uma passagem secreta que se conectava à sua casa para evitar para ter as fórmulas de fragrância que ele inventou roubadas dele.

Nos séculos 16 e 17, a popularidade dos perfumes foi baseada em seu uso para mascarar os maus cheiros das pessoas da época que não tinham o hábito de se limpar frequentemente. O cultivo de plantas e flores para uso na fabricação de perfumes era comum no século XVIII.

O que é o perfume?

O perfume é uma mistura de óleos essenciais e aromáticos, incorporados ao álcool e a água. Vários processos foram utilizados no preparo e diversificação de aromas. Quanto mais se espalhava o costume de usar perfume, mais fragrâncias e técnicas de produção eram criadas.

Hoje em dia, o uso de perfume é um costume muito difundido em todo o planeta: perfumes para homens, perfumes para mulheres e perfumes para crianças são frequentemente usados ​​por todos e há uma imensa variedade de perfumes no mercado: perfumes luxo, perfumes baratos, perfumes para aromaterapia, perfumes importados, tipos e contratipos, além de muitos outros.

Por fim, para se escolher um perfume é necessário sempre saber quais são os tipos de fragrâncias que encaixam com a personalidade da pessoa. Os aromas podem ser divididos em: cítricos florais, florais aldeídos, fougère, Chipre florais, orientais florais, couros secos, aldeídos florais e aromáticos secos e frutados. Escolha o a tua.

Deixe uma resposta