Famílias olfativas e a classificação dos perfumes.

0
66

Este artigo sobre famílias olfativas é para nos ajudar na escolha e identificação dos perfumes. Isso por que, para criação de perfumes alguns mapeamentos e classificações são de extrema importância para nortear estudos e trabalhos diários. As perfumarias e as grandes marcas usam esse mapeamento para classificação de perfumes como importante ferramenta para estudar seu próprio portfólio de produtos, os concorrentes, as tendências, aprender com o passado e criar o futuro. Assim os perfumes ficam classificados em famílias olfativas.

O que define em qual família olfativa o perfume vai se encaixar é a sua estrutura, sua personalidade, as notas olfativas que contam de fato quem é aquele perfume. Não é porque um perfume floral é classificado como tal que ele não pode ter um fundo com madeiras, ou então frutas no topo. O que o define como floral é que sua principal característica será esta. Lembrando que não devemos confundir famílias olfativas com notas olfativas, pois são coisas diferentes e sobre as notas conversaremos em outro artigo.

Quais são as famílias olfativas?

Abaixo segue uma relação das 7 famílias olfativas e posteriormente um pequeno resumo sobre cada uma delas.

  1. Cítricas
  2. Florais
  3. Chipre
  4. Orientais
  5. Aromáticas
  6. Amadeiradas
  7. Couro
Famílias Olfativas

Cítricas

O óleo essencial nessa família é das fragrâncias extraídas das cascas de frutas cítricas como limão, bergamota, laranja, grapefruit, e etc. O primeiro eaux de Cologne usado por mulheres e homens pertencia a essa família olfativa.

As fragrâncias dessa família possuem notas mais leves, refrescantes e vibrantes. Os elementos que mais aparecem em perfumes cítricos são limão, bergamota e laranja. Esses perfumes possuem em suas características suavidade e um frescor único.

Florais

As flores são o que vem à mente quando falamos sobre fragrâncias (elas são o ingrediente mais comum em perfumes). Eles podem ser divididos em duas categorias principais: flores doces (jasmim, ylang-ylang, tuberosa) e flores frescas (lírio do vale, lilás, frésia).

Esta família olfativa provavelmente é a maior. Reúne perfumes cujo tema principal é uma flor ou um buquê floral: rosa, jasmim, violeta, lilás, lírio do vale, narciso, tuberosa e muitos outros são muito apreciados, principalmente nas fragrâncias femininas.

Combinando diferentes tipos de flores, essa família olfativa possui perfumes que puxam para um lado mais romântico e delicado.

Chipre

Esta família se concentra em uma mistura de bergamota, rosa, jasmim, musgo de carvalho, patchouli e Cistus Labdanum. Este nome de família olfativa vem do perfume Chypre criado por François Coty no século passado. Esta fragrância teve um sucesso importante e acabou se tornando uma família olfativa que agrupa perfumes com notas de musgo de carvalho, cistus-labdanum, patchouli, bergamota, etc.

Orientais

Esta é a família olfativa mais sensual e calorosa. Sob o nome de “Amber perfumes”, que também chamamos de “perfumes orientais”. Esta família reúne fragrâncias com notas doces, em pó, baunilha, cistus-labdanum, animais muito presentes.

É também uma família olfativa ousada e extremamente marcante. Marcada por perfumes com notas aveludadas e mais quentes como pimenta, baunilha e canela. As características desses perfumes são sensualidade e intensidade.

Aromáticas

É geralmente composto de fragrâncias feitas de lavanda, sálvia, alecrim, tomilho, notas amadeiradas, musgo de carvalho, bergamota, etc. Fragrâncias aromáticas geralmente são feitas de notas viris e masculinas e os aromas são frescos, doces e aromáticos.

Amadeiradas

As notas amadeiradas podem ser divididas em seis subcategorias: seca, úmida, musgosa, âmbar, esfumaçada, resinosa, leitosa. Essas notas são sobre elegância, cordialidade e caráter, particularmente representadas por cedro, vetiver, sândalo e bétula. É uma família olfativa composta de perfumes feitos de notas quentes como o patchouli e o sândalo e, às vezes, de notas secas como o cedro e o vetiver. São perfumes em sua essências masculinos.

Couro

As primeiras notas de couro vieram dos principais fabricantes de luvas e fragrâncias em Grasse. Essas notas esfumaçadas foram criadas infundindo pedaços de couro curtido com casca de bétula queimada. Notas animais (âmbar-gris, civeta, castoreum e almíscar) foram adicionadas posteriormente.

Esta família é composta de perfumes feitos de notas quentes (patchouli, sândalo) e, às vezes, de notas secas (cedro, vetiver). São principalmente perfumes masculinos feitos de notas de lavanda e cítricas. É uma família atualmente rara na construções de perfumes na atualidade.

Atualmente o mercado oferece muitas fragrâncias e é fácil se perder nos diferentes tipos de aromas. Embora muitas fragrâncias possam ser arredondadas com mais ou menos 60 notas olfativas comuns, existem milhares de notas (aromas) no mundo da perfumaria. As famílias olfativas não são um método de categorizar ingredientes, mas foram feitas para categorizar as notas, que são descritores de aromas. Em essência, é uma maneira de detalhar e classificar como um perfume “cheira” em vez do que ele contém.

Qual família olfativa você gostou mais?

Cada fragrância possui uma mistura de várias dezenas (ou mesmo centenas) de matérias-primas, é importante observar que essas 7 famílias olfativas podem ser divididas em sub-famílias também.

Então, já sabe de qual família pertence o seu perfume preferido? Espero que tenha gostado do artigo, compartilhe e continue conosco. Até o próximo.

Deixe uma resposta